Segundo academia, escolha se deve aos trabalhos do americano sobre comércio internacional e geografia econômica

Paul Krugman, crítico feroz de Bush, ganha o Nobel de Economia

veja mais